TUDO SOBRE A COMUNIDADE DAS ARTES

Ajuda-nos a continuar a ajudar a comunidade na busca de oportunidades, e a continuar a levar-te conteúdos de qualidade.

Ajuda-nos a continuar a ajudar a comunidade na busca de oportunidades, e a continuar a levar-te conteúdos de qualidade.

Selecione a area onde pretende pesquisar

Conteúdos

Classificados

Recursos

Workshops

Crítica

Espetáculos

/

Música

Gestos que Lembram Abril

Programa “Arte pela Democracia”

Partilhar

Gestos que Lembram Abril

Data

11-jun-2024

Local


Teatro Garcia de Resende
Évora

Preço

gratuito

Sinopse

A democracia, uma conquista com apenas 50 anos, tem demonstrado muitos sinais de fragilidade em Portugal e no mundo, expressos no crescimento da narrativa de extrema-direita, numa descrença política generalizada e nas crises, até agora sem resolução, como a da habitação ou a da desigualdade social.
'Gestos Que Lembram Abril' é um projeto educativo não-formal que propõe a construção de uma memória histórica coletiva, apresentando a linha cronológica que levou à Revolução do 25 de Abril e à implementação da Democracia. O projeto promove o conhecimento de músicas de resistência ao Estado Novo em formato de concertos, gerando uma oportunidade de refletir sobre os acontecimentos sócio-políticos que levaram à escrita das canções. Das 10 canções trazidas, bastiões dos ideais revolucionários, foram votadas 5 de forma democrática e representativa, para serem aprendidas e interpretadas pelo grupo de coro, guiado por um maestro de soundpainting.
O projeto integra jovens ouvintes e surdos, sendo acompanhado pela equipa de intérpretes de Língua Gestual da escola, ensinando todas as pessoas participantes a interpretar várias frases das canções e da narração. Lança-se então o desafio de abraçar diferentes formas de comunicar: a música, o canto, a língua gestual e o soundpainting.

Évora
CENDREV / Teatro Garcia de Resende
Gestos que Lembram Abril

Contactos


Address

Évora
266703112
O Centro Dramático de Évora

O CENDREV é um projeto desenvolvido em torno da criação e difusão artística, da formação teatral e da gestão do Teatro Garcia de Resende.
A companhia estreou-se em 1975 com a apresentação da peça A Noite do 28 de Setembro de Richard Demarcy. O Centro Cultural de Évora, primeira designação do projeto, foi pioneiro no processo de descentralização cultural criado no país após a revolução democrática do 25 de Abril e deu um importante impulso ao desenvolvimento cultural da cidade e da região.
Para além da atividade de criação e difusão artística, o CENDREV tem acolhido centenas de espetáculos de teatro, de música e de dança produzidos por outras estruturas artísticas nacionais e estrangeiras, e a recente credenciação do Teatro Garcia de Resende na Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses (RTCP) sob uma candidatura levada a cabo pelo Município de Évora e a aprovação da candidatura apresentada pelo CENDREV ao programa de apoios à programação da RTCP/DGArtes, veio permitir perspetivar, de forma sustentada, uma intensa e variada programação cultural que garanta o envolvimento de diferentes segmentos de públicos, como se pode constatar no primeiro ano da implementação deste novo quadro de programação no Teatro Garcia de Resende.

O CENDREV é também responsável pela recuperação do importante espólio de marionetas tradicionais do Alentejo, os Bonecos de Santo Aleixo, com os quais já realizou centenas de representações no país e no estrangeiro e organiza a BIME – Bienal Internacional de Marionetas de Évora, cuja primeira edição se realizou em 1987.
Esta companhia tem sido um verdadeiro laboratório de onde têm saído profissionais que foram integrando outras estruturas profissionais no Alentejo e por todo o país. Esta prática continuada de trabalho tem implicado também a constituição de redes de contactos e parcerias com inúmeros criadores e instituições no plano nacional e internacional. Exemplos dessa prática é a criação do Circuito Ibérico de Artes Cénicas que envolve um conjunto de estruturas de criação artística de ambos os países com responsabilidades na gestão e programação de outras salas de espetáculo.

A dimensão cultural da cidade de Évora no plano nacional, a tradição de grande polo regional que lhe é atribuída e o seu peso na esfera das relações internacionais, nomeadamente a partir da classificação do seu Centro Histórico como Património da Humanidade – UNESCO, têm determinado também o percurso do CENDREV, que se define como um projeto da cidade voltado prioritariamente para a região e que, a partir daí, projeta a sua intervenção no país e no estrangeiro.
O CENDREV mais do que uma companhia de teatro é um verdadeiro centro de ação teatral onde se cruzam diversas áreas e componentes da vida do teatro e a sua prática sistemática e continuada configura uma clara vocação de serviço público.

VER MAIS


VER MENOS

Apoiar

Se quiseres apoiar o Coffeepaste, para continuarmos a fazer mais e melhor por ti e pela comunidade, vê como aqui.

Como apoiar

Se tiveres alguma questão, escreve-nos para info@coffeepaste.com

Segue-nos nas redes

Gestos que Lembram Abril

Publicidade

Quer Publicitar no nosso site? preencha o formulário.

Preencher

Inscreve-te na mailing list e recebe todas as novidades do Coffeepaste!

Ao subscreveres, passarás a receber os anúncios mais recentes, informações sobre novos conteúdos editoriais, as nossas iniciativas e outras informações por email. O teu endereço nunca será partilhado.

Apoios

01 República Portuguesa
02 Direção Geral das Artes
03 Lisboa

Copyright © 2022 CoffeePaste. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Gestos que Lembram Abril
coffeepaste.com desenvolvido por Bondhabits. Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile