TUDO SOBRE A COMUNIDADE DAS ARTES

Ajuda-nos a continuar a ajudar a comunidade na busca de oportunidades, e a continuar a levar-te conteúdos de qualidade.

Ajuda-nos a continuar a ajudar a comunidade na busca de oportunidades, e a continuar a levar-te conteúdos de qualidade.

Selecione a area onde pretende pesquisar

Conteúdos

Classificados

Recursos

Workshops

Crítica

Workshop Coffeepaste

Descobrir/Decidir

Com

 

Miguel Moreira

Partilhar

Descobrir/Decidir

Datas de realização

17 e 18 de Março 2018 (sábado e domingo)
10h00-13h00; 14h00-18h00

Local

Place

Forum Dança - Travessa do Calado 26 B 1170-070 Lisboa

Destinatários

Profissionais de todas as áreas artísticas

Preço

70€ (até 9 de Março)
80€ (a partir de 10 de Março)

Sinopse

Dar a conhecer o nosso trabalho, a nossa forma de fazer e de “tocar”. Pela primeira vez vamos pegar nos primeiros doze minutos da peça “The Old King” e recriá-la com os participantes do workshop, vendo a capacidade do mesmo material se transformar em muitas outras formas de expressão da mesma linguagem.

São Elementos centrais do nosso trabalho:

  1. A água como elemento emocional. Têm uma componente dramática de resistência. Perante os jatos de água as pessoas que vivem em palco tentam resistir e afirmar a sua condição humana no mundo. A água “usada” desde 1999 é um elemento que abre uma pesquisa que estamos a realizar sobre “uma ideia de paisagem” inscrita no livro de Ana Francisco Azevedo “ideia de paisagem”. A paisagem é uma identidade que abre a possibilidade de contemplação que nos permite pensar sobre o que nos é fundamental. Abre também a possibilidade sobre o tempo que tem relação com o “tempo” do espetáculo e com a luz .

  2. Os corpos. Os corpos neste imaginário estão invertidos ou soterrados. As pessoas em palco recuperam a verticalidade, mas nunca mais adquirem uma expressão quotidiana que tinham antes deste estado. Quando recuperam a verticalidade ganham elasticidade e é dessas “viagens” em palco que ganham sentido para pensar sobre um novo mundo e sobre as emoções. Os corpos não representam, vivem estados em sintonia com o espectador. Quando recuperam a verticalidade renascem noutro lugar, que é um lugar que lhes pertence, mas até então desconhecido.

  3. A luz tem em si o lugar da contemplação. Os efeitos são lentos. As cores muito definidas. Estamos perante um espaço cheio de água e luz. O líquido em consonância com a luz é um vetor que nos abre espaços múltiplos na nossa mente.

  4. A música é um tema central e que aglutina todos os outros. Por um lado é um elemento perturbador, por outro lado sublinha e define todos os elementos em palco. A peça é também uma pauta de música contemporânea onde cada intérprete tem decisões fundamentais para a construção da peça.

  5. A escolha de intérpretes / cocriadores capazes de terem no processo do seu trabalho pessoal uma carga autoral. Com um trabalho sobre o seu corpo sólido fruto do trabalho com diferentes criadores que lhes permitiu um conhecimento sobre si coeso e estruturado.

02 Descobrir/Decidir

Com

Apoiar

Se quiseres apoiar o Coffeepaste, para continuarmos a fazer mais e melhor por ti e pela comunidade, vê como aqui.

Como apoiar

Se tiveres alguma questão, escreve-nos para info@coffeepaste.com

Segue-nos nas redes

Descobrir/Decidir

Publicidade

Quer Publicitar no nosso site? preencha o formulário.

Preencher

Inscreve-te na mailing list e recebe todas as novidades do Coffeepaste!

Ao subscreveres, passarás a receber os anúncios mais recentes, informações sobre novos conteúdos editoriais, as nossas iniciativas e outras informações por email. O teu endereço nunca será partilhado.

Apoios

01 República Portuguesa
02 Direção Geral das Artes
03 Lisboa

Copyright © 2022 CoffeePaste. Todos os direitos reservados.

Digital Product by BondHabits